E tem que dar certo - Um relato sobre um fracasso

Por Pryscila Silva

O que é “dar certo”? O que é essa expressão de somente duas palavras, mas com um significado tão amplo e que acaba por atingir cada um de nós num lugar específico? Ou em vários. E que por fim, pode ser aplicada a qualquer circunstância da vida.


E quando “não dá certo”? É uma coisa de momento? Um evento particular que não andou bem ou significa que toda sua trajetória até aqui foi direcionada para um lado errado e o que “não deu certo” é apenas uma consequência das suas ações e decisões anteriores?

Existe um momento na vida que a gente sente que precisa “dar certo”. E aí você escolhe algo que quer muito que dê certo e acaba por fazer disso o fio condutor da sua vida, da sua rotina e nada mais importa. O que fazer quando aquilo que você escolheu “não dá certo”? O que te resta? Cada escolha é uma renúncia, já diria uma grande amiga minha.

Restam planos que não se realizaram. Restam todos os lugares que você não visitou. Restam todas as comidas não provadas, as consultas ao médico não marcadas, todos os convites recusados, todas as horas de sono perdidas, o amor que você fingiu não sentir e não se arriscou a viver. Os amigos abandonados, a família negligenciada. Restam perguntas. Resta o fracasso. Restam dores.

E durante dias e dias você vai se perguntar sobre suas escolhas, sobre o que fez e deixou de fazer, sobre o que viveu até aqui. Você vai caindo num limbo e aos poucos vai se esquecer das coisas lindas que te aconteceram...

Você ficará abraçado ao fracasso. E vai sofrer por estar levando outros com você nisso. Você não vai se permitir falar, mas vai querer. Muito. Mas, não vai se permitir.

Tinha que ter dado certo, né?
Tinha. Você fez de tudo. Você fez, né?
Aquilo era a sua vida. Era mesmo?
E o que te resta? Você vai pensar pelo menos umas 8382742394238  vezes ao dia. 
Quem é você sem isso? Aquilo era a sua vida. Aquilo era o seu caminho, o seu destino. E no fim, “não deu certo”.

Tinha que “dar certo”! Olha a sua idade! Olha tudo o que você fez! Olha tudo o que outras pessoas fizeram por você! E “você deu errado”! Você não tinha esse direito!

Você vai pensar pelo menos umas 8382742394238  vezes ao dia.

Mas, a vida é uma questão de escolhas. E apesar de todo fracasso e sofrimento. Você vai escolher continuar.

Você vai demorar, mas vai se permitir a aprender com tudo isso.  Vai se permitir chorar. Vai se permitir escrever sobre tudo isso. Vai finalmente entender, que está tudo bem sofrer. Que está tudo bem conversar sobre, falar sobre até o dia que não for mais necessário.

Você pode não encontrar todas as respostas. Mas, você vai continuar.  Você tem que continuar. Em algum momento no futuro, você vai lembrar de como você foi feliz antes de “não dar certo” e vai saber valorizar isso e manter isso pra sempre.

Ai, finalmente você vai seguir. Rumo a novas coisas para “dar certo”. E vai encontrar isso naquilo que te restou.

Nos planos para se realizar. Nos lugares a visitar. Comidas a provar. Nos convites para sair. Nos amigos, Na família. No amor.

E você estará abraçado a novas coisas... as possibilidades.

Bem, você, hoje pode não saber o que significa “dar certo” ou simplesmente não consegue pensar em tudo o que já deu certo na vida. Compreensível. Mas, existe um momento na vida que a gente “dá certo” e o seu vai chegar.

Comentários