Volta, fica

Eu nunca te pedi para voltar. Nunca te disse "Fica". Droga, meu orgulho. Muito se passou agora. Quando nossos olhares se cruzam, eu sinto essa dúvida me atravessar como um raio, você teria regressado e permanecido? Talvez a gente tenha jogado a toalha muito cedo.


Nos comportados como duas crianças mimadas que precisam ser bajuladas. Nesse caso, o destino foi nosso melhor castigo. Não somos disciplinados agora? Você com seu novo rapaz. Eu com o meu. Que belo par de casais aqui, socializando, como se nada tivesse acontecido.

Se ao menos um soubesse o que passa na cabeça do outro. Acho que não aprendemos tanto assim. É tarde demais para dizer algo? O que é isso que a gente sente, quando o coração aperta e a garganta seca, a mão sua, o olhar fita e a mente devaneia? Isso é arrependimento? Eu deveria fazer algo?

Nunca fui bom em conter impulsos, mas quando se trata da gente eu sempre tive medo. Porque a gente vai do céu ao inferno em questão de segundos. Ou somos o casal dos sonhos ou somos o par de pessoas mais miserável da face da terra. E pensando assim sigo calado, mesmo que meu olhar seja tão claro, entregando meu único pensamento quando olho você: Volta, fica.

Leia também: Melhor sozinho

Comentários