Sentimentos expostos

Todos conseguem ver o que eu sinto, como se estivesse em um outdoor. É culpa sua, que não me deu tempo para ensaiar uma expressão de perdedor digna, se é que tal coisa exista. Os olhos deles me atravessaram como facas quando você chamou outro nome que não o meu.
Photo: Artur Debat/Getty Images

Está tudo bem, tudo O.K., mas eles se dividem em me tratar como um enfeite de porcelana lascado, prestes a se desfazer em pedaços, ou como um herói com super poderes de regeneração, pronto para crescer um novo coração e se jogar na multidão. Sem sentimentos e muito menos ressentimentos.

Mas no fundo, ninguém realmente sabe como me sinto. Estou perdido em um labirinto, dei muitas voltas até agora, mas eu pareço sempre voltar para o lugar de onde eu já deveria ter partido. Não tem ninguém aqui, nem uma alma viva que possa me apontar um caminho. Então, tenho que enfrentar isso sozinho.

Depois de um tempo meus sentidos voltaram ao normal. Os outros devem achar que já me encontrei a essa altura, mas eu sei que vai demorar um tempo e já não tenho mais pressa. A lembrança dos meus sentimentos expostos, me ensinou a não me importar com o que os outros pensam e focar em mim.

* * *
Leia também: Injusto
* * *
Curta a página do blog no Facebook, siga o Instagram e a playlist no Spotify! Se quiser receber o link dos textos quando eles forem publicados entre na lista de transmissão do Whatsapp 😉

Comentários