Postagens

Se lembra de novembro?

Estou montando nossa história na minha cabeça, porque não quero me entregar de cara. Talvez eu diga que a gente se conheceu fazendo dança, embora eu tenha dois pés direitos (sou canhoto). E eu diga que me apaixonei pelo jeito como você se move, o que não seria mentira. Amo o jeito como você gesticula enquanto fala, tentando enfatizar o que está dizendo. Photo by Kate Kalvach on Unsplash E quem sabe, quando eu contar essa história, não diga que nos dois somos covardes, que naquele dia que nos assustamos com um filme de terror e nos abraçamos acabamos nos beijando pela primeira vez, ou que em uma das vezes que conversamos até o dia amanhecer nossos lábios se tocaram antes do sol aparecer e você adormeceu com a cabeça no meu peito.
Posso fingir que não torci para que você ficasse com aquele meu amigo, porque ele me disse ser apaixonado por você, e porque seria mais fácil justificar minha falta de atitude. A verdade é que posso inventar qualquer história aqui e nada disso muda nossa reali…

Desilusão de outubro

Setembro de 2009

Lapso temporal

30 lições que eu aprendi antes de completar 30 anos

Meu último texto

Não precisa ter medo

Até a próxima

Palavras para você

Me preparando para o pior

Quando eu soube que te amo

Esperando por você

Palavras certas

Começar de novo

Valeu a pena

Céu estrelado

Aquelas noites

Eu me lembro de tudo

Aconteceu em agosto

Proposta irrecusável

Príncipes desencantados

Ser solteiro